domingo, 26 de maio de 2013

Sal Misterioso - 2a parte


Estou simplesmente adorando o bordado livre.
Minha avó materna o fazia, e eu sempre passava os riscos para ela, sem nunca poder me imaginar fazendo o mesmo tipo!
Depois aprendi o ponto cruz, com minha madrinha, e nunca mais parei.
Viu como a vida dá voltas?
Ainda bem, né?
Obrigada Nina, por essa oportunidade!

Bom domingo pessoal!

Popola

5 comentários:

Nina Dias disse...

Popola, isso mesmo, a vida dá voltas e nos lembramos de tantas coisas que nos marcaram! Lindo amiga!bjs e boa semana!

Lia disse...

Que lindo, Popola!
Sou encantada com esse tipo de bordado! Acho que tem um quê de pintura, de arte mesmo! Essas artes nos deixam felizes depois de prontas ao ver o resultado, mas também nos fazem tão bem ao trabalhar nelas, pois permitem que pensemos tanto em tantas coisas!

um grande abraço

xuxanon disse...

Está lindo teu bordado. Parece aqueles que faziamos quando eramos pequenas, e a mãe dava um bordadinho para ficarmos quietas. Um bom feriado e fim semana para ti. Adorei. Bjcs Ana

Teresa Aparecida de Aquino Soranso disse...

Seus bordados estão lindos, nem parece iniciante, menina! Adorei. Tb faço ponto cruz desde pequena e agora estou me aventurando no bordado livre, e amando! bjs e bom findi!

josy15 disse...

jolie broderie, j'aime beaucoup!